iPod

sexta-feira, maio 29

Voar ou o Elogio da Primavera

Justificar completamente

Hoje, durante cerca de 6km, no meu caminho para o trabalho que felizmente se faz uma boa parte ladeado por natureza, fui acompanhada pelo voo estonteante de centenas de borboletas. Sim, centenas. Acreditem que não é contabilidade de uma exagerada romântica.

E se é a verdade que o nome prosaico do fenómeno é praga é também verdade que o cenário era incontornavelmente bonito porque elas o eram também, saindo dos campos e atravessando a estrada- infelizmente muitas dela ai encontrando o fim do seu idílico passeio.

Coisas que um súbito e forte calor traz, simples efeitos especiais produzidos pela natureza, disponíveis para qualquer um contemplar, na primeira fila da vida.

Bom dia, borboletas!


2 comentários:

  1. No sul mora a saudade
    No peito de mulher sem nome nem guarida
    Que percorre a beira-mar entoando
    Um chamamento de nostalgia

    Porque o amor não se detém
    Às vezes enlouquece a loucura
    Tempestade ou bonança
    Planta sedenta da ternura


    Bom fim de semana


    Mágico beijo

    ResponderEliminar
  2. Querido Profeta,

    Muito obrigada por mais esta sempre tão inspirada visita.

    Bom fim de semana.
    Beijo mágico

    ResponderEliminar

O teu raio de sol...

Blog Widget by LinkWithin