iPod

quinta-feira, outubro 29

Coisas parvas que me deixam feliz

Ter a prendido (FINALMENTE!) a comer com chop-sticks.

23 comentários:

  1. Ainda não consegui aprender...
    Quem sabe um dia****

    ResponderEliminar
  2. Paula, eu já achava que era um caso perdido!!! Vai tentando!

    ResponderEliminar
  3. Com Que então almoço no chinës?
    Ja estava na altura de aprenderes

    ResponderEliminar
  4. Bem, ao chin~es fui por cortesia, para não ser chata. Não ia a nenhum há para aí 5 anos e se passarem 10 sem lá voltar não vou sentir saudades. Agora com os ditos nunca me acertei. Até hoje!!!! Estava tão feliz! Havias de ver! Juro! O Homem qd chegou à Lua deve ter sentido uma coisa parecida! Ahahahahahah

    ResponderEliminar
  5. não acredito, é só pegar o jeito e nunca mais te esqueces é como andar de bicicleta!!

    ResponderEliminar
  6. nunca foi intuitivo e eu detesto livros de instruções!... hoje foi tipo... magia! :)

    ResponderEliminar
  7. eu tive quem me ensinasse e era perita na coisa.

    ResponderEliminar
  8. eu tive quem tentasse... mas sem sucesso... acho que é de eu ser tão torta! :)

    ResponderEliminar
  9. =) quem te disse que és torta?

    ResponderEliminar
  10. Ui! Torta. Mau feitio. Imbirrante! Só mimos...

    ResponderEliminar
  11. estragaram-te estou mesmo a ver.

    ResponderEliminar
  12. quase... mas como sou torta... não deixei!

    ResponderEliminar
  13. pois, dizes tu... mas no fundo, no fundo, queres é mimo.

    ResponderEliminar
  14. por acaso. se isso é crime, confesso-me uma mimada!

    ResponderEliminar
  15. ainda bem, porque mimo é a melhor coisa que existe!

    ResponderEliminar
  16. não é o que se diz por aí... sabes o que se diza das meninas mimadas, não sabes?...

    ResponderEliminar
  17. uma coisa é serem birrentas porque lhes fazem as vontades todas, outra coisa é serem amadas (mimadas) que não significa que as vontades sejam todas feitas!

    ResponderEliminar
  18. pois, foi a teoria que sempre defendi, para quem tem muitas teorias parvas sobre os filhos únicos! e como sabes, eu só fui filha única à força!

    ResponderEliminar
  19. pode-se ser filho único e não ser birrento e pode ter-se n irmãos e ser um verdadeiro terror!

    ResponderEliminar
  20. mais uma das minhas teorias! :)
    e podia dar n exemplos!

    ResponderEliminar
  21. está tudo na atenção que se lhes dá e no amor que eles sentem que sentimos por eles, e quando isso começa a ficar desequilibrado é altura dos adultos tomarem providências

    ResponderEliminar
  22. yep!
    beijo de boa noite. até amanhã!

    ResponderEliminar

O teu raio de sol...

Blog Widget by LinkWithin