iPod

sexta-feira, outubro 16

Porque há Mal-entendidos que valem a pena...



Sinopse:

Para compreender uma criança temos de voltar ao país das memórias, reviver o que ficou para trás, habitar de novo medos de que nos esquecemos. Olhar com olhos de espanto, chamar filha a uma boneca, e replicar o milagre da criação dando-lhe voz. Para a compreender temos de voltar a pele do avesso, reduzir a dimensão do corpo na medida inversa em que cresce o sentimento. Cada criança é uma história por contar. Por vezes o Capuchinho Vermelho perde-se no bosque e não há beijo que resgate a Bela Adormecida. Para muitas crianças a sua história pode não terminar bem, e não viverem felizes para sempre. Este livro destina-se a essas crianças e a quem delas cuida: Pais, Professores, Psicólogos ou Médicos, que querem que todas as histórias tenham um final feliz, e não deixam o Espelho Mágico dizer a nenhuma criança que há alguém mais belo do que ela.


E, se o facto de dizer Sinto Muito pode juntar pessoas, outras vezes pode fazer com que se afastem, irremediavelmente.


Para quem não leu o primeiro, fica a sugestão. Mais à frente enviarei aqui o convite para o lançamento do seu Mal-Entendidos.

13 comentários:

  1. e pronto estás outra vez amuada!!

    ResponderEliminar
  2. olha já te agradeci pela surpresa? adorei, até borrei a maquiagem!! ainda bem que ia sozinha!! já viste se fosse mais alguém comigo? iam achar que era doida. LOOOOLLL!!!

    ResponderEliminar
  3. em resposta aquilo do outro lado onde eu disse que não voltava, não achas que se calhar estás a exigir demais de mim, não pensaste ainda nisso?

    ResponderEliminar
  4. não. faz parte da tua essência. mas porquê, tens dúvidas? só acho que andas com medo, o que é normal, depois dos acontecimentos mais recentes da tua vida...

    ResponderEliminar
  5. podes crer que ando com medo, alias eu nem sei é como é que ainda não paralisei deve ser alguma coisa muito forte que me está a mover

    ResponderEliminar
  6. tens de acreditar mais em ti. sobretudo quando alguém já acredita. tens tudo, neste momento. deixa de andar às voltinhas, moça! o moço está à espera! E muito paciente é ele!!!

    ResponderEliminar
  7. eu também estou a espera que ele me venha ver, buscar

    ResponderEliminar
  8. tu tens sido bem mazinha com ele! e eu é que sou a maisinha! LOL

    ResponderEliminar
  9. não tenho não, só que ele só consegue ler, não consegue ver, se visse saberia que não estou ou tento não estar a ser má. beijo e tu sabes que quando nos vimos sozinhos não há medo que aguente, só faltava aprendermos a falar.

    ResponderEliminar
  10. olha, minha louca. também tenho a minha cria para cuidar. vou ao banho e sair, para pequeno almoço e deixar entrar o sol. hoje já não sei se apareço por aqui para te dar mimos. à noite tenho um aniversário, até tarde. beijo grande. e sim, estou aí.

    ResponderEliminar
  11. bom-dia para ti, já te disse que te adoro hoje? menos do que ontem mais do que amanhã, sem stress.

    ResponderEliminar
  12. isto não saiu ao contrário, maluca? então gostas de mim menos do que ontem e mais do que amanhã?... ou fugiu-te a boca para a verdade? LOL!
    (hoje estamos com umas conversas muito sérias. assim os leitores levam-nos a sério e não é para levar.)

    ResponderEliminar

O teu raio de sol...

Blog Widget by LinkWithin